domingo, 15 de novembro de 2009

2 anos.
A saudade permanece. Assim como você permanece, e sempre permenecerá no meu coração. Eu não o esqueci, avô. E nunca vou esquecer. Todos os obrigados são poucos, e aqui fica mais um: obrigado por também nao se esquecer de mim. Porque eu sei que, esteja onde estiver, também eu estou num cantinho do seu coração.
Hoje sei que aquilo que há dois anos pensei ser um sonho, era uma realidade. Crua e dura. Uma realidade que continuo a aprender a aceitar, porque faz parte do meu dia-a-dia. Hoje mais do que nunca sei que a vida não é justa, e que não é um mar de rosas como muitos a pintam. Eu vou aprendendo avô. E já aprendi que ficar presa a obstáculos, ao passado, a mágoas e rancores não me trás felicidade. Foi com a realidade que aprendi que a melhor forma de viver é vida é deixando tudo isso para trás, aproveita-la, e ser feliz. Aprendi que a felicidade não se acha, conquista-se. E é para isso que luto todos os dias: para ser feliz. Porque mais do que tudo avô; mais do que tudo hoje sei que é essa felicidade, as boas memórias e recordações que me vão fazer partir com um sorriso, e na certeza de que nada foi em vão.
Eu não o esqueço. Adoro-o, hoje, e sempre.  ♥

Andreia Filipa, 13 de Novembro de 2007
Nem sempre é facil dizer o que sentimos, o que vai cá dentro, bem lá no fundo...
Palavras? Não há suficientes para descrever o que sinto neste momento...mágoa, dor, talvez tristeza ou saudade... A vida é cheia de imprevistos e nem sempre corre como o esperado...ás vezes prega-nos partidas que ninguém espera.
Num abrir e fechar de olhos, o que lutamos para obter resultados nem sempre conseguidos desaparece. Uma vida inteira para perder tudo de um momento para o outro? Secalhar a vida faz sentido apenas por o que aprendemos, o que conhecemos e quem conhecemos, pela experiência ganha... e só aproveitando e amando cada dia que passa dando o devido valor a tudo o que temos á nossa volta, é que podemos partir em paz quando a nossa hora chegar... Talvez seja por isso que agora está aí, talvez melhor que todos nós... Num lugar que todos nós um dia esperamos conhecer. Mais do que ninguem merece agora o descanço, a paz...
A saudade aperta... ainda não caí em mim... parece que estou simplesmente a sonhar, a ter um pesadelo. Só quero acordar e ver que tudo voltou ao normal. Eu vou ser forte, avô, e vou ultrapassar esta mágoa e ser a mulher que sempre desejou que eu fosse... Porque os sonhos são o espelho da realidade.... a bola de cristal de uma feiticeira chamada vida...

1 comentário:

  1. eu tambem estou um pouco deslocada xD
    mas esta mesmo perdido isto :s

    ResponderEliminar